EVENTOS

10428552_373970672755273_6851411165909385176_n

Imagem | Publicado em por | Deixe um comentário

DANÇA ESPÍRITA em BH. Não perca!!!

1487794_361356757356124_374612909861192311_o

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

DANÇA ESPÍRITA no FebNet

http://www.febtv.com.br/espiritismo-e-arte-juliana-castro_858dcfa92.html

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

O amor é contagioso

Patch_Adams_O_Amor_e_Contagioso

Personagem e Ator
Uma simbiose na Vida
Personagem tem vitória,
Ao ator a despedida.

O Amor é contagioso
Roguemos contagiar
Nossa Vida intensamente
Que possamos valorizar
O dom que a Vida é na gente
E esse dom não desprezar.

No trabalho, na rua, na família
Em meio a sociedade,
Quem sou eu? Afinal quem sou?
Eu não sou um personagem…
Não posso desconhecer
A minha realidade
De vícios, de dependências,
De risos e camuflagens.
Cuidado com nosso humor,
Se ele é deselegante,
Se volta contra o autor,
Em choro angustiante.
O que o álcool não muda,
O que a cocaína não altera,
É que nossa alma sofrida
Precisa de ajuda mais séria.

A arte pode disfarçar
Com seu jeito camaleão
O que carrego no peito
Relegado ao porão.
Cuidado – indicam as placas
Espalhadas no caminho,
De um lado há barrancos,
De outro um precipício.
Trafeguemos pelo meio
Busquemos o equilíbrio.
O AMOR É CONTAGIOSO
Se o cultivo no caminho.
Se ele pousa em mim mansamente
E no coração faz seu ninho!

Jaime Togores – 12/08/2014

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Grupo “Passos de Luz” apresenta-se em Macapá

PASSOS 1 (1)O Grupo Espírita de Dança Passos de Luz apresentou-se no último sábado 12/07, às 19 horas,  no Teatro das Bacabeiras em Macapá no Amapá num evento beneficente em comemoração aos 15 anos do grupo Grupo de Dança Gospel Glorific´art.

O Grupo Espírita de Dança Passos de Luz, que conta turma infantil e juvenil apresentou a coreografia “Uma prece”. A música interpretada pela cantora mineira Cacau e coreografada por Perciliano Gomes foi graciosamente embalada pelos movimentos ternos dos bailarinos jovens do grupo. As fotos você confere abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

NOTÍCIAS ABRARTE – 19/06/2014

image001 (1)

11º Fórum Nacional de Arte Espírita começa amanhã

unnamed (1)Começa amanhã mais um Fórum Nacional de Arte Espírita. A décima primeira edição do evento, que se realiza na cidade de Franca (SP), acontecerá na Fundação Educandário Pestalozzi, Unidade II, na Av. Wilson Sábio de Mello, 1840, Vila Santa Helena, onde os participantes ficarão alojados e acontecerão as atividades internas. O evento inicia às 15h00, com a apresentação das delegações e atividades de integração entre os participantes. À noite haverá a abertura oficial, no Teatro da Fundação Judas Iscariotes, na Rua José Marquês Garcia, 375, bairro Cidade Nova.

O termino do Fórum está previsto para o sábado à noite, no entanto, os participantes poderão pernoitar no local, antes de retornarem às suas cidades. Haverá ainda uma programação opcional no domingo de manhã, para os participantes que permanecerem na cidade neste período.

Confira a programação, a seguir:

 

Amanhã (Quinta-feira):

15h00 – 17h40: Recepção dos participantes e atividades e integração.

17h40 – 19h15: Banho e jantar.

20h00 – 21h30: Solenidade de abertura no Teatro Judas Iscariotes, aberta ao público externo.

- Lançamento do novo livro da Abrarte: Arte no Centro Espírita – Planejamento e Prática.

- Apresentação da peça teatral Nhô Toti, pelo Instituto Arte & Vida.

22h20 – 22h50: Ceia e leitura evangélica coletivamente.

 

Sexta-feira (20/06/14):

07h00 – 08h00: Café da Manhã.

08h00 – 08h30: Abertura.

08h30 – 08h40: Apresentação de dança – Franca.

08h40 – 09h40: Palestra doutrinária – O artista espírita, o Evangelho vive em mim, com Gladston Lage (Belo Horizonte).

09h40 – 10h00: Intervalo.

10h00 – 12h00: Centros de Interesse.

1° Grupo de painelistas:

Ciclo de estudos sobre Arte e Espiritismo. Expositor: Edmundo Cezar (Curitiba).

Experiência dos trabalhos do Núcleo Arte Educação do Instituto Arte & Vida. Expositora: Lígia Benate (Franca).

- Projeto Arte Espírita Eu Apoio – Uma proposta de divulgação e promoção da Arte Espírita através de ações simples e eficazes. Expositor: Rick’ardo Debiazze (Vitória).

2° Grupo de painelistas:

- Adaptação de textos espíritas para o palco. Expositor: Alessandro Saraiva (Natal).

- Arte na evangelização de espíritos. Expositor: João Romário Fernandes (Fortaleza).

- Os bastidores espirituais do Seminário Litero-Musical Brasil Coração do Mundo, Pátria do Evangelho. Expositor: Cláudio Marins (Belo Horizonte).

3° Grupo de painelistas:

O diálogo entre ator e personagem. Expositor: Reginauro Sousa (Fortaleza).

Experiência do GTV – Grupo de Teatro Vida. Expositora: Germana Carsten (Brasília).

Comunicação e Arte no Espiritismo. Expositor: Rogério Silva (Florianópolis).

12h00 – 14h00: Almoço.

14h00 – 15h30: Grupos de Trabalho.

- Mostras Regionais Abrarte.

- Núcleos Abrarte.

- Encontro Nacional de Arte Espírita.

15h30 – 16h00: Intervalo.

16h00 – 17h00: Palestra doutrinária Arte e a vibração do Evangelho de Jesus, com Moacyr Camargo (São Paulo).

17h00 – 17h30: Momento Abrarte

17h30 – 18h00: Lançamento do edital de publicação de livros sobre Arte e Espiritismo.

18h00 – 19h30: Banho e jantar

20h00 – 21h50: Teatro Judas Iscariotes: Apresentações artísticas de Júnior Vidal e Gláucio Cardoso (Campos e Rio de Janeiro) e Grupo Vozes do Amanhã (Campinas).

22h35 – 23h00: Espaço para confraternização

 

Sábado (21/06/2014):

07h00 – 08h00: Café da Manhã.

08h00 – 08h30: Abertura, atividade mobilizadora e avisos da coordenação local.

08h30 – 12h00: Assembleia Geral Ordinária – para os associados da Abrarte.

08h30 – 12h00: Oficinas técnicas para os não associados.

12h00 – 14h00: Almoço.

14h00 – 16h00: Momento Abrarte Regional (Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e Norte).

16h00 – 16h15: Intervalo.

16h15 – 18h00: Atividade de conclusão de discussões e sensibilização: Nos passos do evangelho.

18h00 – 20h00: Banho e jantar.

20h00 21h45: Solenidade de encerramento, com apresentação do Cancioneiro Espírita, apresentação do vídeo do próximo Fórum (Natal) e anúncio da cidade-sede do Fórum 2016.

 

Domingo (22/05/2014) – Opcional:

Roteiro Cultural Espírita: Hospital Espírita Allan Kardec, Fundação Judas Iscariotes, Fundação Educandário Pestalozzi, Instituto de Medicina do Além (IMA), Lar de Ofélia, Centro Espírita Esperança e Fé (Nova Era) e Centro Espírita Luz e Amor.

FÓRUM 2014 

Peça Nhô Tóti abre o evento

A peça Nhô Tóti, escrita por César Augusto de Oliveira, será apresentada amanhã à noite, na abertura do 11º Fórum Nacional de Arte Espírita, no Teatro Judas Iscariotes. Nhô Tóti é uma daquelas raras figuras populares do interior brasileiro, carregado de magia, misticismo, espirituosidade e alegria. No começo do século passado, recebeu de pretos-velhos da Fazenda Cafundó, o aprendizado das curas, das benzeduras, das práticas simples da cultura afro-brasileira, tornando-se o mais famoso curandeiro de alguma região do nordeste mineiro. A fama de Nhô Tóti ganha chão e como só acontece com todos aqueles que fazem o bem, angaria para si simpatias infinitas e incompreensões infundadas. A peça conta as divertidas peripécias de um mineiro encantador, às voltas com a sua mediunidade e sua capacidade de solucionar problemas que afligem o seu próximo, chamando atenção de Eurípedes Barsanulfo, que resolve orientá-lo e ajudá-lo. Da simplicidade do homem do campo, abstraem-se lições de amor ao próximo e de relações com o mundo dos espíritos. Entre gargalhadas e reflexões, a plateia travará contato com uma personalidade ímpar, inesquecível e deliciosamente brasileira.

Os ingressos custam R$ 15,00, e também vale para a noite de sexta-feira quando se apresentarão Júnior Vidal, Glaucio Cardoso e o Grupo Vozes do Amanhã.

 LITERATURA

Abrarte lança novo livro no Fórum

unnamedDurante do 11º Fórum Nacional de Arte Espírita acontecerá o lançamento do novo livro da Abrarte, intitulado Arte no Centro Espírita – Planejamento e Prática. A obra, escrita com a colaboração dos associados da Abrarte Edmundo Cezar Barboza Santos, Denize Moura Dias de Lucena, Lucas de Pádua Mendes Gonçalves, João Batista de Mendonça e Glaucio Varella Cardoso, oferece aos dirigentes e trabalhadores de instituições espíritas, elementos auxiliares aos estudos e práticas das atividades artísticas, sob a inspiração da Doutrina Espírita. Sob a forma de opúsculo, tem por objetivo sensibilizar os espíritas quanto à importância das artes para a evolução do Espírito; evidenciar a aplicabilidade e a eficácia de estudos e práticas artísticas como mecanismos auxiliares das atividades no e do centro espírita; esclarecer e alertar trabalhadores da arte, coordenadores de atividades artísticas e dirigentes espíritas sobre as responsabilidades que competem a cada um, na prática artística espírita;instrumentalizar aqueles que por ventura, pretendam iniciar a prática da arte sob os postulados da Doutrina Espírita; e promover e valorizar atividades artísticas com orientação doutrinária e, assim, ampliar a sua utilização.

Trata-se de modesta contribuição, alicerçada nos saberes e fazeres de valorosos companheiros que trabalham no campo das artes, compromissados com o Espiritismo, muitos deles a mais de duas décadas.

Edital para publicação de livro sobre Arte e Espiritismo

Também durante o Fórum de Franca será lançado o edital do Convite para publicação de Livro, com o objetivo de selecionar um trabalho teórico inédito, de caráter artístico/doutrinário/espírita, cujo conteúdo, isolada ou conjuntamente, contribua na promoção do desenvolvimento crítico, da sensibilidade estética, do gosto pelo belo, da educação e da cultura espírita, da troca de experiências e do aperfeiçoamento técnico/artístico de grupos e artistas espíritas do Brasil. Os autores poderão enviar seus trabalhos a partir do dia 1º de agosto. Todos os trabalhos inscritos serão avaliados por uma comissão e o selecionado será editado pela Abrarte, com lançamento previsto para ocorrer no Fórum de 2015, em Natal.

A proposta da diretoria da Abrarte é que este processo seletivo se torne permanente e assim, em cada Fórum, a partir de ano de 2015, haverá o lançamento de um novo livro tratando da temática Arte e Espiritismo. O objetivo é enriquecer a literatura espírita sobre o assunto.

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

NOTÍCIAS ABRARTE – 11/04/2014

 

image002

11 DE ABRIL DE 2014 – Nº 429 – ANO 9


 

O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO

150 anos de luz!

image023
image024
O ano era 1864. Pouco mais de meia década separava aquele momento do da publicação de O Livro dos Espíritos, e a tendência geral era de expansão do movimento. Não sem lutas, não sem embates. Se 1862 vira o bispo de Barcelona resgatar uma genuína estratégia repressiva medieval no afã de combater a difusão do Espiritismo, o ano de 1863, na avaliação de Kardec, não se mostrara menos desafiador. “O ano que vem de se escoar (…) se distingue por vários traços particulares. Mais do que todos os outros, foi marcado pela violência de certos ataques, sinal característico cuja importância não escapou a ninguém”, diria na edição de janeiro de 1864 da Revista Espírita.

Ante a afronta, ante a calúnia, ante a violência mesmo, porém, o mestre lionês era enfático ao recomendar a serenidade, a moderação e o bom ânimo. Afinal, bebera, desde muito antes de iniciar formalmente o cumprimento de sua missão, da fonte pura do Evangelho. Nela matara a sede desde a juventude e dela se servira por toda a vida adulta como bússola para trilhar os caminhos da vida. Naquele momento, em particular, sentia que era chegada a ocasião de compartilhar com todos os interessados pela Nova Revelação uma reflexão mais detida sobre as relações entre Cristianismo e Espiritismo. Sobre a inequívoca convergência entre as propostas existenciais cristã e espírita e sobre o caráter fundamental do diálogo para uma compreensão profunda de ambas.

 

Assim é que, no mesmo mês do sexto aniversário de lançamento do marco fundamental da Doutrina Espírita, chegava às livrarias francesas a primeira edição de O Evangelho segundo o Espiritismo. Se até então, como forma de fundamentar e legitimar a doutrina nascente, optara Kardec por privilegiar a discussão sob os enfoques científico e filosófico, o novo livro marcava um momento singular no amadurecimento do trabalho. “Com essa obra, o edifício começa a se livrar de seus alicerces, e já se pode entrever a sua cúpula se desenhar no horizonte”, diria um Espírito não identificado sete meses antes, em comunicação publicada apenas em Obras Póstumas.

 

E, de fato, a cúpula do edifício não podendo ser outra senão a efetiva regeneração dos Espíritos encarnados sobre a Terra, era necessário grafar com todas as letras o vínculo indissociável entre a visão de mundo cósmica, transcendente e interexistencial do Espiritismo e o chamamento contundente do Evangelho à renovação interior por meio do amor a Deus e ao próximo. Só por esse caminho o fervilhar dos intelectos poderia convergir para a reeducação dos sentimentos. E os homens poderiam começar a compreender que não há Verdade sem Amor que seja capaz de colaborar efetivamente para a realização da Obra Divina sobre este mundo.


 FÓRUM 2014

Últimos dias para inscrição de trabalhos

image028O prazo de inscrição de trabalhos para serem apresentados no 11º Fórum Nacional de Arte Espíritatermina neste domingo (13). A inscrição deve ser feita através do e-mail secretaria@abrarte.org.br. É necessário que interessado em apresentar um trabalho participe de todo o Fórum, não sendo permitida a participação no evento somente para apresentação. Os trabalhos inscritos passarão por uma comissão de avaliação e os selecionados serão divulgados no dia 9 de maio. Os temas dos trabalhos, que podem ser de estudos ou relato de experiências, deverão promover reflexões com o intuito de realizar uma análise e, especialmente, a socialização de experiências de produção e intervenção direta em realidades concretas, resultante da atuação na arte espírita. A apresentação, na forma de comunicação oral, será de 15 minutos, seguida de debate com o público de 30 minutos, durante os centros de interesse, que acontecerão na sexta-feira (20 de junho), das 09h30 às 11h45 de manhã. O edital contendo outras informações encontra-se disponível no site da Abrarte. Para acessá-lo, clique aqui.

11º Fórum Nacional de Arte Espírita acontece de 19 a 22 de junho próximo, na Fundação Educandário Pestalozzi, Unidade II, na Av. Wilson Sábio de Mello, 1840, bairro Vila Santa Helena, em Franca, onde os participantes ficarão alojados e acontecerão as atividades internas, como os centros de interesse, os painéis, palestras, etc. A abertura do evento e os momentos de apresentações artísticas abertas ao público acontecerão no Teatro da Fundação Judas Iscariotes, na Rua José Marquês Garcia, 375, bairro Cidade Nova.

As inscrições para participar do evento devem ser feitas através do site da Abrarte (www.abrarte.org.br). O valor é de R$ 160,00 para não associados e R$ 128,00 para associados em dia com sua anuidade. O valor da inscrição contempla hospedagem e alimentação no período do Fórum até o almoço de domingo (dia 22/junho).

 


 

FÓRUM 2016

Cidades interessadas em sediar podem se inscrever até o dia 1º de junho

As cidades interessadas em sediar o 13º Fórum Nacional de Arte Espírita e o 2º Encontro Nacional de Arte Espírita – que acontecerão simultaneamente, de 26 a 29 de maio de 2016 – têm até o 1º de junho deste ano para fazer a inscrição. Para participar da seleção, a cidade deve encaminhar proposta por e-mail à diretoria da Abrarte (diretoria@abrarte.org.br), demonstrando que possui uma equipe de trabalhadores envolvidos com a prática espírita e da qual participem, no mínimo, dois associados à Abrarte. Outra exigência é que a cidade tenha condições de atender às necessidades técnicas e de estrutura do evento ou de viabilizá-las com antecedência, no tocante a alojamento/hospedagem, alimentação, traslados, espaço para apresentações artísticas e salas para realização de centros de interesse, debates, seminários ou similares. É importante destacar que, em virtude de ser dois eventos simultâneos, o local sugerido deve comportar um mínimo de 250 pessoas. A escolha da cidade será feita em reunião conjunta entre a Diretoria e o Conselho Doutrinário, em 15 de junho de 2014. A divulgação da cidade escolhida acontece durante o 11º Fórum Nacional de Arte Espírita, em Franca. Vale lembrar que o Fórum de 2015 acontece na cidade de Natal/RN.

 


 

LITERATURA

Abrarte vai lançar edital para publicação de livro sobre Arte e Espiritismo

Durante o 11º Fórum Nacional de Arte Espírita, que acontece na cidade de Franca (SP), de 19 a 22 de junho próximo, será lançado o edital do Convite para publicação de Livro, com o objetivo de selecionar um trabalho teórico inédito, de caráter artístico/doutrinário/espírita, cujo conteúdo, isolada ou conjuntamente, contribua na promoção do desenvolvimento crítico, da sensibilidade estética, do gosto pelo belo, da educação e da cultura espírita, da troca de experiências e do aperfeiçoamento técnico/artístico de grupos e artistas espíritas do Brasil. Os autores poderão enviar seus trabalhos a partir do dia 1º de agosto. Todos os trabalhos inscritos serão avaliados por uma comissão e o selecionado será editado pela Abrarte, com lançamento previsto para ocorrer no Fórum de 2015, em Natal.

A proposta da diretoria da Abrarte é que este processo seletivo se torne permanente e assim, em cada Fórum, a partir de ano de 2015, haverá o lançamento de um novo obra livro tratando da temática Arte e Espiritismo. O objetivo é enriquecer a literatura espírita sobre o assunto.

 


 

NELSON PEIXOTO

image030‘O teatro espírita alarga horizontes, amplia nossa visão sobre a vida, sobre nós mesmos e sobre a conjuntura em que estamos inseridos.’

Nelson de Souza Peixoto é natural de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. Graduado em Análise e Processamento de Dados, pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (UNIDERP), é bancário. Também é Diretor e Roteirista Cinematográfico, com registro na DRT/MS. Dramaturgo, expositor, evangelizador  e médium. É um dos fundadores do Grupo Arte Boa Nova – uma nova dimensão em Teatro e idealizador do Projeto Espírita Evangelizar com Arte no Estado de Mato Grosso do Sul. É associado da Abrarte desde fevereiro de 2014.

 

1. Como você começou seu trabalho com arte espírita?

Meu trabalho com arte e, em especifico, com teatro, teve início quando ainda muito jovem junto ao movimento religioso  católico, por volta dos anos 80. Desde aquela época nos sentíamos motivados para utilizar os recursos das artes cênicas como ferramentas de divulgação de temas religiosos na qual desde a juventude nos sentimos afinizados. Ao descortinarmos os horizontes espíritas, sentimo-nos como renovados em nossos ideais, pois encontramos no Espiritismo uma fonte inesgotável de inspirações, além da vasta e rica literatura adaptável como inspiradora para criações novas. Desde então passamos a desenvolver atividades de aprendizagem e produções artísticas voltadas para os temas abordados pelo Espiritismo, onde temos aprendido e levado aprendizado de forma constante e prazerosa, nos realizando como pessoa e como artista!

 

2. Como você define a arte espírita?

Diante de tão nobre convite para que contribuamos com nossa singela sugestão, sentimo-nos quase como a criança sob ensinos das primeiras letras sendo convidada a dissertar sobre teses filosóficas ou cientificas, de domínio dos grandes sábios da Humanidade. Mas, gostaria de iniciar nossa linha de pensamento dissertando singela e particular conclusão sobre a arte em seu aspecto globalizado e como uma das mais nobres conquistas que o processo evolutivo traz a todos nós. Consideramos a arte como a capacidade que cada ser possui, intrínseca a sua conjuntura existencial, de exteriorizar suas conquistas e entendimentos. Por isto, entendemos que cada expressão artística traz mensagens individuais e ou coletivas indiscutíveis e incompletas. Portanto, julgarmos ou criticarmos qualquer trabalho de forma depreciativa é sempre um julgamento incompleto ou injusto, pois a arte que assistimos de determinado artista ou grupo, em qualquer tempo ou lugar, por mais nos seja apresentada como um produto acabado,  estará sempre em fase de construção e desenvolvimento, devido a sua fonte de criação e origem – o artista – encontrar-se igualmente em processo de aperfeiçoamento e constante evolução, consequentemente, incompleto e em permanente construção para melhor. Com isto, definimos a arte com temática espírita como uma fonte inesgotável de sabedoria e beleza, em constante construção, guardando estreita dependência com sua origem – o artista espírita – para crescer e evoluir rumo às conquistas do Bom e do Belo, como já nos elucida o inestimável amigo André Luiz, através da psicografia de Francisco Candido Xavier. A arte espírita será cada vez mais nobre e produtiva à medida que nós, artistas espíritas, nos enobrecermos e nos revestirmos da túnica nupcial da humildade e do prazer de servir, como nos ensinou o divino mestre Jesus.

 

3. Você é um dos fundadores do Grupo Arte Boa Nova. Poderia nos contar um pouco da trajetória do grupo?

Arte Boa nova – uma nova Dimensão em Teatro tem como data de fundação o dia 1º de julho de 1989, quando ocorria o 1° Encontro Espírita de Artes, em Campo Grande. Nasceu da iniciativa de alguns jovens artistas de Campo Grande que, ao tornarem-se espíritas, resolveram unir suas experiências e aspirações ao universo incomensurável de esclarecimento e consolação apresentados pelo Espiritismo em seus aspectos de Ciência, Filosofia e Religião. A finalidade principal da companhia é levar ao público em geral uma mensagem de otimismo, esclarecimento e diversão, por acreditar na grande contribuição que a arte pode propiciar ao ser humano para seu crescimento cultural, intelectual, psicológico e moral. Tornou-se uma das maiores e bem cuidadas associações artísticas de Mato Grosso do Sul, sendo seus trabalhos sempre velados pelo bom gosto e a fácil assimilação da mensagem proposta pelo espetáculo. Com essas características próprias, suas produções são canais abertos para a família sul mato-grossense ter acesso ao universo inigualável e enigmático do teatro e da mensagem transcendente legada pelo Espiritismo a toda a Humanidade. Quem quiser conhecer melhor o trabalho do grupo pode acessar o site www.arteboanova.com.br.

 

4. Como você vê o teatro aliado à Doutrina Espírita?

Considero o teatro com temática espírita uma das mais eficientes metodologias para trabalharmos a divulgação do Espiritismo junto à sociedade, porque une diversão, aprendizado e cultura, ao mesmo tempo em que propicia a abertura do vasto universo da literatura Espírita, representada a toda sociedade de uma maneira abrangente e ecumênica. Além disso, trata-se de uma atividade que se pode produzir com baixos custos, pois ela é capaz de garantir sua própria sustentabilidade, afinal, o teatro é um meio coerente para angariar recursos financeiros a sua própria manutenção bem como das instituições espíritas e suas extensões filantrópicas e assistenciais. Ao inserirmos à atividade teatral a mensagem esclarecedora e consoladora da Doutrina Espírita, no seu tríplice aspecto de ciência, filosofia e religião, criamos uma eficiente ferramenta que atua diretamente na intelectualidade e no emocional das pessoas, de maneira agradável, sem imposições ou proselitismo, gerando um processo reflexivo, positivo e facilitador para alargar horizontes e ampliar nossas visões e conceitos sobre a vida, sobre nós mesmos e sobre a conjuntura em que estamos inseridos. Entendemos que é sempre bom nós, os artistas espíritas, estarmos vigilantes quanto ao cuidado permanente na confecção de um trabalho rotulado como espírita, sem excesso de puritanismo, mas com lealdade à coerência, ética e moral que nos tem legado a Doutrina. Portanto, ao apresentarmos à sociedade uma montagem teatral com temática espírita, isto implica automaticamente em estarmos apresentando uma nova visão àqueles que desconhecem ou tem uma concepção distorcida do Espiritismo. Por sua natureza universalista, acessível a todos, o teatro tem um papel educador e construtivista dos valores culturais de uma sociedade. Abordando a temática doutrinária, traz intrínseco em sua natureza a força que impulsiona o desenvolvimento intelectual e espiritual do ser humano. Quando produzido em caráter voluntário, reforça ainda mais o exemplo extraordinário da prática do Evangelho de Jesus e complementado pelos ensinos dos Espíritos Superiores que nos recomendam a prática do Amor ao próximo e da caridade a serviço do progresso e do bem estar de todos. Dentre outros inúmeros benefícios, podemos destacar que a arte dramática e, em especial, aquela com temática Espírita, é meio de reabilitação e equilíbrio da capacidade psicológica, emocional e espiritual, preparando o cidadão para sua completa atuação e interação social. A tríade corpo-pensamento-sentimento, interagindo harmonicamente, dá origem ao verdadeiro artista, que busca incansavelmente o belo para produzir o bom, valores esses originários de suas próprias conquistas espirituais..

 

5. Quais são os próximos projetos teatrais da companhia?

Para 2014, o grupo trabalhará a montagem da peça teatral Os donos da casa, de minha própria concepção e direção. Para os anos seguintes, possuímos já concebidos os textos Os fantasmas também amam e o projeto de longa-metragemNa próxima dimensão.  O texto Os donos da casa é inspirado num capítulo do livro Nos domínios da mediunidade, de André Luiz, psicografado por Chico Xavier, que trata dos pensamentos doentios, das ideias fixas de sofrimento, que muitas vezes nos fazem parar no tempo indefinidamente e nos levam à perturbação interior, à paixão, ao desânimo, à crueldade, à vingança, ao ciúme, ao desespero e às obsessões. O que leva as pessoas a viverem e reviverem o passado de forma obsessiva como se caminhassem em círculo? O espetáculo desafia o expectador a cada cena nos quesitos raciocínio lógico, capacidade de compreensão unilateral e arregimentação de teses que, por suas próprias características, nunca são conclusivas, mas abertas para concepção de novas possibilidades. Com isto, podemos deduzir que um dos grandes objetivos da montagem é mostrar que, em matéria de conhecimento e aprendizado, jamais devemos fechar teses em caráter definitivo.

 

6. Sobre o projeto de longa-metragem, poderia falar sobre ele?

Sim, trata-se do longa Na próxima dimensão, que é um roteiro para cinema concebido a partir da peça Nunca é tarde para Amar, também de minha autoria. Esse espetáculo foi uma das montagens de maior bilheteria já alcançada pelo grupo no Estado do Mato Grosso do Sul, por esse motivo, tivemos a ideia de adaptá-lo para o cinema.  Devido ao alto custo do orçamento para produção, o Arte Boa Nova tem mantido a obra temporariamente arquivada, porém disponibiliza aos interessados em  seus direitos autorais. Trata-se de um filme longa-metragem com aproximadamente 110 minutos, abrindo com fotografia das riquezas naturais da área rural e prosseguindo em ambiente estritamente urbano. Baseado nas obras de Allan Kardec, conduz-nos a um mundo imaginariamente possível, tornando-nos difícil distinguir os limites entre a realidade física e a espiritual. É a história de Lucas, que investe todos os recursos emocionais na conquista de uma colega de trabalho, sem imaginar que este relacionamento levaria um rival a tirá-lo definitivamente desta vida. Na outra dimensão, Lucas jamais imaginou que as emoções e sentimentos continuassem de forma tão marcante e intensa e tudo parecesse com um dramático e emocionante recomeço.

 


 

PARANÁ

FEP promove estudos sobre arte

A Federação Espírita do Paraná, através do seu Setor de Artes, promove hoje (11) à noite, das 19h30 às 21h30, o terceiro módulo do Círculo de Estudos Arte e Espiritismo, com participação do associado e membro do Conselho Doutrinário da Abrarte, Edmundo Cezar. O evento, que acontece no auditório da sede histórica, à Alameda Cabral, 300, em Curitiba, já teve duas etapas, nos dias 7 e 21 de março. No encontro de hoje abordará a relação da apresentação artística com a plateia e as diferenças entre os processos de ensaio de grupos espíritas e não espíritas. A última etapa do trabalho acontece no próximo dia 25 de abril com o tema sobre o movimento artístico espírita nacional. O evento é gratuito e as vagas são limitadas. Inscrições e mais informações com Darck, no telefone (41) 3223-6174.

(Edmundo Cezar – Curitiba)

 


 

GOIÁS

GAN promove oficina de dança

image031O Grupo Arte Nascente, de Goiânia, realiza amanhã (12) a 2ª Oficina de Dança do GAN, a partir das 16 horas, no Posto de Auxílio Espírita – PAE, localizado na Travessa Euripedes Barsanulfo, s/nº, Setor Sul, em Goiânia. Oferecida por integrantes e colaboradores do GAN, a oficina é voltada para dançarinos e a todos que se interessem pela dança em suas variadas formas, com o objetivo da oficina de buscar as diversas formas de expressão que a dança possibilita, juntando expressão corporal, sentimento e técnica. A oficina tem também como objetivo conhecer novos talentos, que poderão integrar o departamento de dança do GAN. Mais informações podem ser obtidas no site do GAN (www.gan.com.br), pelo e-mailnatalia.assis@gan.com.br ou ainda pelo telefone (62) 8131-1611.

(Site do GAN – www.gan.com.br – Goiânia)

 


 

SÃO PAULO

Mês do Teatro Espírita em Indaiatuba

XVIII Mês do Teatro Espírita, promovido pelo Centro Espírita Paz, Luz e Amor e a Cia. de Artes Paluarte, com apoio da USE Intermunicipal, continua amanhã (12) com a peça Entrevidas – a consciência de si mesmo, do Grupo Terceiro Milênio, de São Paulo.  No próximo sábado (19), é a vez da Cia. Laboro, de Belo Horizonte, com Os músicos – Dois discípulos a caminho de Emaús. E no dia 26, o Grupo Lírio Branco, de São Bernardo do Campo, apresenta Uma visita inesperada. A mostra também tem apresentações musicais: amanhã, a Banda Terceiro Milênio, de São Paulo; o Grupo Vozes do Amanhã, de Campinas, no próximo sábado; e no dia 26, a Banda Simplesmente Almas, de São Bernardo do Campo. O evento acontece na sede do Centro, na Rua Romário Capassoli, 80, Jardim Itamaracá, em Indaiatuba. Tem entrada franca, porém, aceita-se um quilo de alimento não perecível ou um litro de leite longa vida.

(Fátima Ricardi – Indaiatuba)

 


 

Arte espírita em Araraquara

Acontece amanhã (12), a partir das 15 horas, no Colégio Objetivo Jr., a Rua Gonçalves Dias, 1766, em Araraquara, o evento Arte e Cultura Espírita, promovido pelo Espaço Cultura e Arte. A programação inclui oficinas de teatro com o ator Madruga e com o diretor André Marouço, apresentação do projeto de construção do Espaço Cultura e Arte de Araraquara, palestra com André Marouço com o tema A importância da arte como divulgação do Espiritismo e formação Cristã, encerrando com apresentação musical da cantora Ana Ariel.

(Renata Magri – Facebook da Abrarte)

 


 

ESPÍRITO SANTO

Júnior Vidal no Congresso Espírita Brasileiro

O cantor, compositor e associado da Abrarte Júnior Vidal apresenta-se neste sábado, às 10 horas da manhã, no momento artístico previsto dentro da programação do 4º Congresso Espírita Brasileiro, na cidade de Vitória. O evento acontece no centro de convenções da cidade. À tarde, a partir das 16h30, Júnior estará no stand da Federação Espírita Brasileira começando o ciclo de apresentações de lançamento do CD Energia Pura.

(Júnior Vidal – Campos dos Goytacazes)


 

SANTA CATARINA

NEA conta a história da mediunidade

A Trupe dos Clowneanos, do Grupo de Teatro do NEA, de Florianópolis, continua com novas apresentações da peça A incrível história da Mediunidade: no próximo dia 22 de abril, às 20 horas, na Ação Espírita Francisco de Assis, a Rua João Manoel Ferreira, 222, Jardim  Carandaí, em Biguaçu, na região metropolitana da capital; e no dia 28 de abril, também às 20 horas, no Centro Espírita Recanto de Luz, à Rua Genoíno Pereira da Silva, 282, no bairro Jardim Atlântico.

(Rogério Silva – Florianópolis)

 


 

Grupo Esperança canta na Semana do Livro

O Grupo Musical Esperança, de Florianópolis, tem duas apresentações agendadas na próxima semana, na abertura e no encerramento da Semana do Livro Espírita, promovida pelo Centro Espírita Fé, Esperança e Caridade de Jesus, à Av. Mauro Ramos, nº 458. A primeira apresentação acontece nesta segunda-feira (14), às 14 horas. Depois, no próximo sábado (19), às 18h30. O evento é comemorativo ao mês de aniversário de lançamento de O Evangelho seguindo o Espiritismo. A propósito, o grupo apresentou-se na última terça-feira (8), na Casa Espírita Frederico Rolla, no bairro Saco dos Limões, na capital, na palestra proferida pelo vice-presidente da Abrarte, Rogério Silva.

(Rogério Silva – Florianópolis)

 


 

CEARÁ

Feec promove XIV Moarje

A 14ª edição do Momento da Arte Juvenil Espírita, promovido pela Federação Espírita do Estado do Ceará, reúne vários grupos de mocidades espíritas cearenses no próximo dia 27 de abril, no Teatro do IBEU-CE, em Fortaleza. Neste ano, são os próprios jovens que estão assumindo o planejamento e a realização do projeto, que tem como tema Fazendo ao Próximo o que Eu Gostaria para Mim. O evento começa às 16 horas com ingressos a R$10,00. Mais informações pelos telefones (85) 3212-1092 e 8897-5946.

(João Romário – Fortaleza)

image035 (1)

“Se os homens se amassem com mútuo amor, mais bem praticada seria a caridade; mas, para isso, mister fora vos esforçásseis por largar essa couraça que vos cobre os corações, a fim de se tornarem eles mais sensíveis aos sofrimentos alheios. A rigidez mata os bons sentimentos; o Cristo jamais se escusava; não repelia aquele que o buscava, fosse quem fosse: socorria assim a mulher adúltera, como o criminoso; nunca temeu que a sua reputação sofresse por isso.”

(O Evangelho segundo o Espiritismo – Cap. 11, item 12)

 

 

Publicado em Abrarte | Deixe um comentário

Notícias Mostra Nacional de Dança Espírita

VERSÃO FINAL_CARTAZ_II MNDE2ª MOSTRA NACIONAL DE DANÇA ESPÍRITA

Inscrições são prorrogadas

As inscrições para a 2ª Mostra Nacional de Dança Espírita, tanto para apresentações quanto para participantes, foram prorrogadas. Previstas inicialmente para encerrar respectivamente nos dias 31 de dezembro e 31 de janeiro, as novas datas são as seguintes:

Inscrição de coreografias, espetáculos, artigos, painel (relato de experiências) e vídeo: até o dia 18 de março de 2014 (o resultado será divulgado no dia 01/04/14);

Inscrição de participantes: até o dia 8 de abril de 2014, condicionada à disponibilidade de vagas (300).

O valor da inscrição é de R$ 100,00 por pessoa.

Até o momento, o evento já tem 99 participantes inscritos confirmados, representantes de grupos e/ou instituições de 24 cidades, de 11 unidades da Federação (DF, GO, RJ, PR, MG, RN, ES, SC, SP, AP e PI). Também já foram inscritos 7 espetáculos de dança (grupos de Vitória/ES, Viçosa/MG, Macapá/AP, Belo Horizonte/MG, Rio Claro/ SP, Araras/SP e Franca/SP) e 18 coreografias (grupos de Belo Horizonte/MG, Viçosa/MG, Florianópolis/SC, Vitória/ES, Rio Claro/SP e Teresina/PI).

2ª Mostra Nacional de Dança Espírita acontece entre os dias 1º e 4 de maio de 2014, no 25Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro, à Rua Mariz e Barros, 273, na Praça da Bandeira, Rio de Janeiro, com o tema central Da Casa Mental ao Vaso Sublime: Caminho para a Espiritualização do Ser.

O evento é organizado por trabalhadores do movimento artístico espírita nacional da área de dança vinculados à Abrarte e com o apoio institucional desta Associação. É aberto exclusivamente à participação de dançarinos e coreógrafos espíritas, grupos espíritas de dança e demais artistas do movimento espírita, bem como simpatizantes e interessados em conhecer a dança sob a égide do Codificador.

A Mostra não possui qualquer caráter de competitividade, embora os grupos envolvidos nas apresentações artísticas, nas vivências terapêuticas e educativas, sejam avaliados por uma comissão formada de membros sem nenhum vínculo com os grupos participantes, com vistas à constante melhoria e aprimoramento. A comissão organizadora do evento já lançou o edital de escolha da cidade que sediará a próxima edição. Mais informações no site http://mostranacionaldancaespirita.wordpress.com ou pelo email mostranacionaldancaespirita@gmail.com.

FONTE: NOTÍCIAS ABRARTE

Publicado em Abrarte, Notícias | Deixe um comentário

A Dança Espírita começa em VOCÊ!

Esta galeria contém 95 imagens.

Avalie isto:

Galeria | Deixe um comentário

O futuro da Arte Espírita já começou!

                                                                                                                                                            Caríssimos,
futuroEstamos nos preparando para um futuro sempre.
O que não significa negar o passado, muito menos menosprezar o presente, sem os quais o futuro jamais se construirá.
Ivone Pereira do Amaral narra em Devassando o Invisível que muitos artistas renasceriam sob a coordenação de Victor Hugo a partir de 2000 para espiritualizar a Arte. Não é a primeira vez que estas reencarnações para impulso da Arte acontecem e certamente não será a última.
No entanto, estes espíritos com habilidades artísticas mais apuradas, muitos deles grandes gênios da Arte na Terra, na maioria possuem uma biografia de sofrimento, de perturbações, de esquizofrenia, depressão e, em alguns casos, o suicídio.  A maior referência da pantomima em todos os tempos chama-se Charlie Chaplim. Embora um grande gênio para a humanidade, onde o santo?
A Arte como a Ciência, a Religião ou qualquer outra área do conhecimento humano não transforma ninguém em santo pelo simples fato de serem todas estas produtos humanos. Serão então aquilo que a humanidade for.
Por isso o dizer que o Espiritismo trará à arte um caráter mais sublime, pois os homens de bem a transformarão em produto do Belo e do Bom.
Assim como o mundo de regeneração não descerá dos céus com a comunidade de anjos, exigindo em contrário os nossos esforços pessoais e coletivos para que se estabeleça alçando a Terra à mundo de regeneração, assim também a Arte Espiritualizada não virá de dezenas ou mesmo de centenas de espíritos artistas que retornam ao campo de lutas terrenas. Estes virão apontando caminhos, auxiliarão a fertilizar o campo enquanto também compartilham de suas quedas apontando que há sempre a possibilidade de ascensão àqueles que quiserem “tomar a sua cruz e seguir o Cristo”.
Não me recordo de que houvesse referência na obra de Ivone Pereira a que estas reencarnações dos espíritos artistas se dariam dentro do Espiritismo.
E nos perguntamos: reencarnando alguns destes no seio do movimento espírita, terão por certo o apoio necessário para a realização de suas tarefas? Encontrarão o espaço para sua Arte? Quem de nós sabe como se apresentarão? Trarão por acaso carta de recomendação de Victor Hugo? E se o trouxessem, será que acreditaríamos, quando o próprio Cristo permanece sendo questionado? Não já estarão alguns destes em nossos próprios grupos ou lares?
A todo instante o futuro se anuncia, mas é o presente que devemos ter sob o olhar pois é nele que nossas escolhas fazem surtir os resultados para o amanhã.
O maior nome da Educação Jesuítica é José de Anchieta, e utilizou-se da Arte para levar as mensagens do Evangelho de Jesus. O maior nome do Espiritismo no Brasil é o do médium Chico Xavier e seu primeiro livro psicografado é uma coletânea de poemas. Só para citarmos brevemente. Portanto a Arte espiritualizada já deu seus passos em nossas terras. Não será portanto o Espiritismo o seu iniciador. A Beleza que arrebata e encanta, educa e consola não está e jamais estará circunscrita ao Espiritismo da mesma maneira que a mediunidade não lhe é exclusiva.
Quem mais tem, mais será acrescentado. O fato de estarem reencarnando os espíritos artistas nos isentam do nosso trabalho? Mas então vamos ficar a espera que estes espíritos artistas reencarnem, cresçam para fazer a tarefa que acolhemos? Será que eles não teriam maior facilidade se encontrarem o terreno limpo dos pedregulhos e do mato?
Os espíritas temos o conhecimento do que se dá nos dois planos da vida.
O intercâmbio com a espiritualidade se estabelece desde sempre, e com o Espiritismo destroem-se as lápides.
Não é exclusivamente necessário que espíritos artistas reencarnem para que a tarefa se inicie, pois estamos em contato com eles o tempo todo.
O nosso conhecimento no entanto amplia o nosso compromisso. Quantos de nós estamos aprimorando nossos conhecimentos e ações na Arte que abraçamos, alicerçada na Doutrina? Quantas horas de nosso dia estamos dedicando à esta tarefa de espiritualizar a Arte que fazemos? Quantas horas de nosso dia estão sendo dedicadas a espiritualização de nós mesmos? Como esperar produzirmos uma Arte com Jesus sem trazermos Jesus para os nossos dias?
O aperfeiçoamento e a qualidade do que apresentamos deve ser sempre móvel de nossas ações, mas se resultam no inflamar de nossa vaidade, devemos correr a descer dos palcos e buscarmos outra atividade que nos auxilie de forma mais amena. A vaidade é uma grande provação. Estamos prontos para vencê-la desta vez?? Pergunta-mo-nos frequentemente por que queremos participar deste banquete da Arte Espírita? Quais os lugares que buscamos, ainda os primeiros?? De quem o rosto no espelho, ainda o de Narciso?
Nosso entusiasmo ainda se inflama quando a apresentação é no teatro, no congresso, no seminário, e se apaga quando é para a “festinha” da casa ou para os assistidos??
A Arte só está nos museus e nos pedestais como o bezerro de ouro que insiste em se reconstituir cada vez que quebrado???? O artista só se sente consagrado pelo números na assistência???? Quantos desencarnados nos assistem diuturnamente????
Esperaremos então que os espíritos artistas se destaquem nas reportagens e na mídia para identificá-los e colaborar com a tarefa de Espiritualizar a Arte? Onde os encontraremos?
Jesus não foi procurar os seus apóstolos no Sinédrio e Paulo para divulgar as mensagens do Cristo teve de sair de lá.
O Espiritismo não é única seara do Mestre, nem os espíritas suas únicas ovelhas.
Estudando um pouco suas histórias à luz da Doutrina Espírita contudo, podemos compreender que encaminhará alguns dos espíritos artistas para os palcos do mundo mas, provavelmente, encontraremos seus missionários da Arte nas periferias e comunidades distantes, onde a dor e a pobreza careçam de consolo.
Estaria pois preocupado o Mestre com os palcos grandiosos e os aplausos do mundo??
O futuro da Arte, amigos, já começou.
Os espíritos artistas já estão reencarnando.
E os espíritos artistas espíritas já reencarnados, o que estamos fazendo??
Um fraternal abraço,
Denize de Lucena
Curitiba/PR
Publicado em Para refletir, Textos arte espírita | 3 Comentários